domingo, 6 de agosto de 2017

Antes de ir de férias

Costuma-se dizer que "quem não chora, não mama" e depois do último post onde "chorei" que andava a gradar demasiado, aproveito agora o tempo que tenho antes das férias para vos deixar dois curtos relatos com (finalmente) umas capturas :)

A primeira investida calhou num dia de condições duvidosas. Previsões a roçar o ideal, poderia o windguru estar enganado, tanto a favor ou contra. Arrisquei na mesma e o windguru acabou por estar contra, o que era mau para mim...

Devo ter feito no máximo uns 4 lançamentos para chegar à conclusão que simplesmente não dava. Tive que tomar uma decisão. Vou espreitar outro spot para ver se está com condições, senão, vou para casa!

Chego ao spot e encontro uma zona com bom aspecto, um espumeiro certinho e o vento nem vê-lo... Parece que ainda não vou para casa!

Começo por fazer alguns lançamentos em leque para explorar a zona e fazer reconhecimento das pedras no caminho até me sentir confortável. Estou eu entretido a fazer lançamentos e recolhas, quando de repente.... Um toque!

Uma boa pancada, uma primeira corrida, mais outra corrida.... E eu impávido e sereno, a lutar com o peixe mas a pensar cá para mim "da maneira como tens andado, ainda se vai soltar...."!!

Depois de controlado o peixe, começo a puxá-lo para próximo de mim. Calmamente, contorno umas pedras que estavam pela frente, encalho o peixe e.... Já está!!!

Agora sim! Finalmente, acabou-se a maré de grades seguidas!!!
Bom robalo perto dos 2kg!

Olha a bela da selfie!!

Agora sim, feliz com a captura!! :)
Contente por já ter a noite safa, lá continuei à procura de mais algum que estivesse perdido pela espuma. O tempo passa, trocam-se amostras e sem mais sinal dos peixes. A maré começa a virar, é altura de insistir mais um pouco ou dar por terminada a pesca.

Estaria já com uma meia-hora de enchente quando tenho mais um ataque, este não tão energético mas bom lutador na mesma! Repete-se o processo, calma na luta para ter controlo da situação. Peixe encalhado, peixe no grip e.... Mais um!!
Elegante peixe, com 1.4kg

Mais uma selfie :)
Pouso o peixe na pedra para tirar o alicate e eis que acontece algo... O peixe dá um alto, o grip fica preso na pedra e faz alavanca na fateixa. Só me apercebi do resultado do salto quando fui para desferrar o peixe, um dos olhais partiu e ficou a fateixa pendurada na beiça do peixe... Ora bolas!!!

E logo na amostra que estava a dar peixe....
Amostra estragada....
Ainda fiz mais alguns lances mas a maré já estava a avançar. Acabei por dar por terminada a pesca um pouco depois e regressei a casa, contente e a cheirar a peixe!





O segundo relato foi uma outra noite de investida com o João. Desta vez as previsões estavam certas, mas o pesqueiro não mexia como era suposto. Tentamos durante meia-hora bater bem o sitio mas simplesmente não estava bom.
Sugeri então irmos onde tinha estado na última vez.

Amostras na água novamente e terão passados uns 15mins até o João ferrar um pequenote que se desferrou mesmo ao levantar. 5mins depois, ferra outro igual e desta vez tirou.
Ao mesmo tempo, eu apanho um pequenote que, sinceramente, acho que era mais pequeno que a amostra!!!
Micro Labrax :)
Passaram uns 20mins e volto a ter peixe ferrado, este já dava a entender ser maiorzinho. Não me enganei e acabou por ficar de fora!
Mais um bonito robalo!

DUO engana mais um....
Nada mais mexeu depois dessa captura, acabamos por dar por terminada a pescaria. Que acabou por ser precisamente a última antes de rumar a novos mares :)

Agora, vêm aí as férias e com elas vêem novos pesqueiros com (espero eu) novas aventuras cheias de capturas e histórias para contar! Um pequeno spoiler: algumas amostras poderão sofrer danos irreversíveis.... ;)

Um abraço e até ao final de Agosto!!!

1 comentário:

  1. Boas Morais,
    Pelo menos deixaste de ter grades e ficaste a cheirar a peixe. Essa da amostra grande pancada, que levou...
    Espero que dês com grandes aventuras por ai, para mais tarde recordar!

    Forte Abraço e aperta com eles

    ResponderEliminar